Panela elétrica para arroz e cozinhar à vapor – É Boa?

Saiba se elas vão corresponder sua expectativa na cozinha.

Saiba se elas vão corresponder sua expectativa na cozinha.

Se você está pensando em comprar uma panela elétrica para arroz, modelo mais comum ou mais simples, com “timer” e algumas opções. Antes de decidir se realmente vale a pena, é bom conhecer alguns detalhes.

As chamadas panelas elétricas de arroz surgiram no japão, em substituição das panelas de ferro. Para ser mais exato, em 1955, a “Toshiba Corp.” lançou a primeira panela elétrica para cozinhar arroz. O processo para cozimento era e é dividido em 4 partes:

  1. Ficar de molho na água.
  2. Fervura.
  3. Absorção da água (vaporização)
  4. Descanso.

Um mecanismo simples, utilizando um termostato (termometro) e uma resistência fervem à água para o cozimento do arroz. O sistema é utilizado até hoje, para os modelos de panelas elétrica “simples”. Você coloca o arroz com um medidor e a quantidade exata de água. Exata mesmo, pois se passar do ponto, o arroz pode cozinhar demais e se faltar o arroz não cozinha.

A primeira diferença é que no Japão, o arroz é cozido sem usar óleo ou temperos, como cebolinha, alho e sal. Ou seja, a panela elétrica de arroz “simples” não foi projetada para refogar os temperos em óleo. Nesse caso o frabricante da panela, no Brasil, recomenda que você faça esse processo em uma outra panela comum, adicione na panela elétrica e só então, adicione o arroz e à água.

Nesse caso, a panela elétrica vai deixar o seu arroz soltinho e macio. Porém se você costuma fritar o arroz antes de cozinhar, vai sentir uma diferença no sabor.

Panela Elétrica SimplesExistem também as panelas de arroz mais “avançadas” , com 2 processos diferentes : o da “lógica indistinta” e o “aquecimento por indução”.
A chamada “lógica indistinta”, nada mais é que um “computadorzinho” com dados sobre os tipos de arroz que você quer cozinhar. Com esses dados, a panela varia o seu cozimento, aumentando ou abaixando a temperatura. O outro sistema chamado de “aquecimento por Indução”, também usa um “computadorzinho”, mas no lugar da resistencia elétrica, se utiliza uma sistema de bobinas formando um campo magnético para o aquecimento.

Com isso, as panelas mais “Avançadas” podem cozinhar com eficácia as variedades de arroz como o arroz de sushi, o arroz de mingau, o arroz misto, o arroz branco, o arroz doce e o arroz integral. Alguns modelos também oferecem ajustes de textura, permitindo que as pessoas selecionem arroz “duro” ou “macio” e “grudento” ou “molhado”.

Mesmo as panelas elétricas próprias para arroz, mais avançadas, não possuem um sistema de refogamento do tempero, como dito anteriormente. É claro que você pode começar a refogar o arroz em uma panela comum e passar para a elétrica, mas fica uma “coisa” meio sem sentido, uma vez que você deseja adquirir a panela por praticidade, ou para ganhar tempo ou uma ajuda a mais na cozinha e não mais trabalho.

Mas existem vantagens. Praticamente todas as panelas elétricas, em geral para arroz, cozinham,  também “à vapor”. Com isso você pode ampliar o leque de utilidades da panela. Além de verduras, legumes, você pode fazer algumas carnes, filés de peixes envelopados, um cuzcuz, etc.

O tempo de preparo de uma panela elétrica varia de 15 a 30 minutos. As panelas possuem  um “timer” com relógios que podem ser programados para começar o cozimento. Outra observação, no caso de programar a panela, o arroz vai ficar de molho no água até começar o cozimento, esse tempo dá uma diferença na textura final do arroz, podendo ficar mais mole ou grudento.

Tem-se a “praticidade” de poder levar o alimento a mesa e manter aquecido, enquanto estiver ligado na eletricidade. O que é muito bom para risotos como o nosso Risoto à La Mama, Galinhada, Guisados de carnes, Fondues e até mesmo uma sopinha ou um caldo.

Existem alguns modelos de 2 ou mais andares, que pode ser um problema, uma vez que o vapor de um passa para o outro, podendo interferir no sabor.

Tem também a potência de uma panela elétrica, que varia de 300watts até 1600watts, dependendo da capacidade. Ex: uma panela de 3 litros de água para ate 1 kg de arroz, precisa de muita potência para cozinhar ou para ferver à água mais rápido.

Caso você queira: grelhar, refogar, assar ou fritar em óleo. A panela elétrica de Arroz não é a sua panela. No caso, o ideal seria uma Panela Elétrica Multifuncional, que tem todas essas funções, mais o cozimento. Ainda à uma boa diferença de preço entre as duas, sendo o modelo multifuncional mais caro.

Em outro post, vamos falar sobre as panelas elétrica que utilizam “infravermelho e ar quente” na fritura de alimentos.

Espero ter ajudado, você a entender uma “panela ideal para arroz e cozimento a vapor”.

Um abraço, Volte sempre,

Demóstenes – www.weblaranja.com
Fontes: • Como tudo funciona? http://casa.hsw.uol.com.br/panela-de-arroz.htm
• (inglês) The kids Web Japan – The Kitchen revolution http://web-japan.org/kidsweb/hitech/rice/rice01.html
• Panela elétrica de arroz própria

Uma ideia sobre “Panela elétrica para arroz e cozinhar à vapor – É Boa?

  1. Ledvia, com essa onda de fazer dieta todo mundo le1 em casa este1 tendo que se adaptar as mnhais saladas, fiz ontem uma salada bem variada de inspirae7e3o as que vc posta no blog, com alface, tomates cereja picadinhos, palmitos picados, pimente3o verde picadinho, ricota picadinha, temperada com lime3o, sazon salada, azeite, cebolinha e sal, acompanhada de frango grelhado , vocea precisava ver o Davi comendo, comeu tudo e repetiu, precisava ter tirado uma foto e pra mostrar.Te1 vendo ne9, o seu blog serve de inspirae7e3o pra criarmos receitas saborosas que agradam todos de casa. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *